gestão de clientes de nutrição

6 práticas para uma boa gestão de clientes de nutrição

Planejamento e organização são itens fundamentais para que qualquer negócio prospere, isso inclui o mercado fitness. Sem eles a empresa tende a ter sérios problemas, em casos mais graves pode inclusive gerar falência.

Para que o seu consultório ou clínica não passem por esse tipo de dificuldade é fundamental que haja uma boa gestão de clientes de nutrição.

Com o intuito de auxiliar você, apresentaremos nesse texto algumas práticas fundamentais de gerenciamento que facilitarão o seu trabalho e deixarão seus clientes mais satisfeitos. Confira!

1. Entenda o que é gestão de clientes de nutrição

Para que qualquer consultório ou clínica de nutrição consiga fazer um trabalho eficiente que gere, simultaneamente, otimização do tempo, qualidade no atendimento e satisfação do paciente é necessário entender o que é e qual a importância da gestão de clientes.

Basicamente, seria a forma de administrar um negócio tendo como objetivo principal conhecer e agradar os clientes.

2. Conheça o seu cliente

Tenha em mente que sem clientes o seu consultório ou a sua clínica de nutrição não têm motivo para existir. Portanto, trate o seu cliente como o bem mais precioso de seu negócio, simplesmente porque ele o é.

Para que você possa proporcionar a ele o melhor atendimento possível é necessário, primeiramente, conhecê-lo. E o mais importante é entender que cada indivíduo é único, com problemas, angústias e expectativas distintas.

Por esse motivo não existe uma fórmula que possa ser aplicada a todos eles. Durante o primeiro contato com o seu cliente, mostre paciência e ouça o que ele tem a dizer. Saiba porque ele procurou os serviços de um nutricionista e descubra quais seriam os objetivos e interesses que ele tem. Tente estabelecer um elo de confiança.

Caso ele tenha expectativas irreais, como eliminar 30 quilos em seis semanas ou ganhar 10 quilos de massa muscular em 15 dias, explique educadamente que com saúde a meta dele não pode ser alcançada em um período tão curto. Porém, com um pouco de paciência e perseverança, você irá ajudá-lo a atingir o objetivo traçado.

3. Faça um atendimento personalizado

Como foi dito no item anterior cada paciente é único. Ao conhecê-lo é importante saber as particularidades dele. Algumas pessoas são alérgicas a determinados alimentos ou tem intolerância à lactose, por exemplo. Já outras, por diferentes motivos, têm sérias rejeições a algum tipo de alimento.

Imagina se você cria um plano alimentar utilizando leite e derivados com lactose para uma pessoa intolerante, apenas porque seria uma dieta padrão. Provavelmente, você perderia o cliente.

O nutricionista precisa saber se o paciente faz uso regular de algum medicamento e se pratica atividade física. Alguns pacientes podem não receber a quantidade certa de nutrientes por causa do remédio que estão tomando. Neste caso, o uso de um suplemento alimentar pode se fazer necessário.

Quanto ao exercício físico, pessoas ativas precisam ingerir mais calorias do que aquelas que são sedentárias, justamente porque têm um maior gasto energético.

Conhecer os hábitos culturais também é fundamental. Algumas religiões, por exemplo, têm restrições a certos alimentos. Já outros clientes são vegetarianos ou veganos, que necessitariam de dietas mais restritas.

4. Utilize softwares de nutrição

A tecnologia pode ser uma grande aliada na gestão de clientes. Com o uso de softwares ou apps de nutrição é possível otimizar a consulta dando ao nutricionista mais tempo para proporcionar ao cliente um atendimento personalizado.

Nos melhores programas é possível gerenciar a agenda do nutricionista, coletar os dados pessoais e as medidas antropométricas do paciente, fazer um histórico com os resultados de exames clínicos, registrar os planos alimentares prescritos e os resultados alcançados, além de outras funcionalidades.

Outra grande vantagem que determinados softwares de nutrição permitem, é a possibilidade que o nutricionista tem em indicar para seus pacientes suplementos alimentares. Além de auxiliar no tratamento prescrito, o profissional teria a possibilidade de aumentar a sua receita graças a indicação de certos produtos.

5. Crie canais de comunicação

Manter canais de comunicação com os clientes ajuda na eficiência da gestão. Uma maneira simples e que proporciona ótimos resultados é a criação de redes sociais. Dentre as várias mídias que você pode usar, dê preferência para aquelas que são mais populares, como o Facebook, o Instagram e o WhatsApp.

Utilize esses canais para:

  • tirar dúvidas e acompanhar o processo do cliente;
  • mandar orientações;
  • enviar dicas importantes;
  • encaminhar receitas e dietas exclusivas;
  • colocar-se à disposição do paciente;
  • divulgar o consultório ou a clínica de nutrição.

Duas dicas importantes: a primeira é a respeito da qualidade do material postado. Esses canais de comunicação precisam ser profissionais, por isso cuidado com as postagens. Elas necessitam ser éticas e respeitosas. Se tem dúvidas se pode ser ofensivo a alguém simplesmente não poste. Privilegie um conteúdo de qualidade, com informações importantes e precisas.

E a segunda dica, mostre-se disponível. Se um cliente usar uma rede social para se comunicar com você não demore uma semana para responder ou o ignore, responda o mais rápido possível. Esse é um dos objetivos das redes sociais, interatividade. Para evitar expectativas ou mal-entendidos avise a seus clientes que você é ocupado, mas assim que possível atenderá a todas as solicitações.

6. Fidelize o seu cliente

Procurar novos clientes é importante, mas não tão quanto manter os atuais. É mais simples e eficiente vender uma ideia para uma pessoa que já conheça o serviço prestado pelo nutricionista do que alguém que nunca o utilizou.

Fidelização é um processo constante. Ela começa no momento que o paciente entre em contato com o consultório ou com a clínica pela primeira vez. Pode ser pelo telefone ou pessoalmente, não importa, o que vale é que a partir desse momento o cliente necessita ser encantado.

Treine sua secretária e funcionários para atenderem bem o seu paciente. Afinal, eles são uma extensão do seu trabalho e mesmo que você faça um ótimo atendimento, uma falha por parte deles pode pôr tudo a perder.

Durante a consulta faça que o seu cliente sinta que ele é a pessoa mais importante do mundo para você naquele momento. Trate-o com educação, respeito e responda qualquer dúvida que ele tenha. Utilize as redes sociais como uma forma de pós-atendimento.

Para uma gestão de clientes de nutrição eficiente é necessário organização e disciplina. Lembre-se de que o seu cliente é o ponto principal do seu negócio. Por isso, procure maneiras de agradá-lo e ele retribuirá a satisfação dele ajudando o seu empreendimento prosperar.

Você considera que faz uma boa gestão de clientes de nutrição? Aproveite e faça um teste gratuito de nosso software e veja como nosso sistema irá ajudá-lo a otimizar o seu atendimento.

Posts populares com esse assunto