Por que as mulheres devem consumir mais gordura?

Por que as mulheres devem consumir mais gordura?

Existem algumas diferenças reais entre homens e mulheres quando se trata de fontes de energia: os corpos das mulheres preferem gorduras, e os dos homens, preferem os carboidratos. Já que esta é uma realidade, venha com a gente saber como melhorar o seu desempenho e físico consumindo este delicioso macronutriente!

Quando você está elaborando um plano de nutrição, vai ajustá-lo de modo a atender ao seu tipo de treino, cronograma, histórico médico, alergias alimentares e intolerâncias e metas. Mas não se esqueça de um fator muito importante: o seu gênero.

Os corpos das mulheres se diferem dos corpos dos homens em termos de altura média e peso, hormônios e quantidades médias de massa muscular e gordura. E há muitas pesquisas sobre a capacidade das mulheres versus homens para aumentar a força e responder aos treinos. Mas não há muita diferença no que se refere às necessidades nutricionais entre os dois gêneros.

Mesmo assim, uma coisa parece ser muito clara: as mulheres que treinam podem se beneficiar de um consumo maior de gordura. E aqui estão os motivos!

Os corpos das mulheres têm preferência por queimar gordura

O corpo humano é capaz de usar de forma eficiente os carboidratos e as gorduras como combustível. Qual deles será usado depende em grande parte do seu nível de atividade – e do seu gênero.

A preferência do seu corpo por um combustível em detrimento de outro é representada pela sua relação de troca respiratória (RER). Se você tem uma RER alta, seu corpo está confiando principalmente em carboidratos para obtenção de energia; agora, se a RER for baixa, é sinal de que seu corpo está usando gorduras. Já um valor RER de 0,85 é considerado uma mistura quase igual de carboidratos e gordura.

Estudos indicam que, em geral, as mulheres podem ter um menor RER durante exercícios de baixa e alta intensidade em comparação com os homens. Isso sugere que os corpos das mulheres preferem usar mais gordura e menos carboidratos durante os exercícios.

O estrogênio dita a preferência por gordura

Os hormônios sexuais femininos estrogênio e progesterona também são fatores que contribuem. Eles afetam o metabolismo das gorduras e dos carboidratos. Especificamente, eles aumentam a dependência de gordura como combustível, especialmente durante tipo de exercício que equivale menos do que o seu esforço mais intenso. Uma vez que as mulheres têm maiores concentrações de ambos os hormônios, elas dependem de gordura mais do que os homens durante a execução dos exercícios.

As variações destes hormônios podem ocorrer durante o ciclo menstrual. No entanto, pesquisas não fornecem um forte apoio para a ideia de que a utilização de gordura ou carboidratos muda muito durante as diferentes fases do ciclo. Por isso, independentemente do que o treinador em sua academia diz, você não precisa mudar drasticamente sua dieta com base no nos dias do mês!

Mulheres têm reservas de gordura intramuscular

Pesquisas também mostraram que as mulheres têm maiores depósitos de gordura intramuscular, dos quais elas dependem durante o exercício prolongado, em comparação com os homens. Isso pode ser parcialmente explicado pelo fato de que as mulheres tendem a ter uma maior porcentagem do tipo I (fibras vermelhas, ou de contração lenta) de fibras musculares, em comparação com o tipo II (fibras brancas, ou de contração rápida). As fibras do tipo I contêm mais depósitos de gordura intramuscular.

Além disso, a triacilglicerol lipase (HSL) sensível a hormônios, que ajuda a decompor a gordura intramuscular, parece ter uma maior atividade nas mulheres, porque existe em maior quantidade nas fibras de tipo I.

Pesquisas contínuas são necessárias para descobrir outras diferenças entre as necessidades nutricionais de mulheres e homens. As informações disponíveis no momento sugerem que os corpos das mulheres estão bem equipados para lidar com a gordura em sua dieta, e por isso mesmo, as mulheres devem ter certeza de consumir bastante dela.

“Embora não existam recomendações específicas neste momento, as mulheres devem tentar obter pelo menos 20 por cento de suas calorias diárias totais de fontes de gorduras saudáveis!”

Assim, se seu alvo dietético for 2.000 calorias por dia, você deve consumir 44 gramas de gordura por dia.

Isso é claro: as mulheres armazenam naturalmente mais gordura em todo o corpo do que os homens – e têm todo um aparato celular e os hormônios para usá-la como uma fonte eficiente de combustível durante os exercícios. Então, posso recomendar tranquilamente que você pode consumir gorduras saudáveis em suas refeições diárias, como o objetivo de melhorar sua saúde, energia e desempenho.

Posts populares com esse assunto